Elo Editora

BIRY SARKIS

          Adriano Rodrigues Sarkis nasceu no interior de Minas Gerais e sempre gostou muito de desenhar. Certo dia, criou um personagem, o Birygüi, que, a partir daí, o acompanhava em seus desenhos. Birygüi ficou tão presente no trabalho do ilustrador que se tornou o seu apelido e, com o tempo, virou Biry. Apesar de se interessar por desenho desde muito cedo, Biry só mergulhou de vez nessa arte quando chegou a São Paulo, desenhando para livros didáticos e revistas. Nesse meio, conheceu a literatura para crianças, na qual seus desenhos se encaixaram de forma lúdica e, assim, passou a ilustrar histórias de vários autores. Sem estudos formais, aprendeu desenhando, e seu trabalho se formou com base nas boas experiências que desenvolveu. Também desenhou e criou passatempos para a revista Recreio durante dez anos. Três de suas ilustrações receberam o Prêmio Abril.

DIRCEU VEIGA

          Nascido em Curitiba, Dirceu Veiga se profissionalizou como ilustrador e se especializou em ilustração digital. Começou a trabalhar ilustrando livros em 1994 e, em 2000, teve contato com desenho animado. Em 2002, fundou o seu próprio estúdio e passou a desenvolver projetos de publicidade, criação de personagens, histórias em quadrinhos, caricaturas, desenho animado e storyboard. Mas a ilustração de livros infantis sempre teve um lugar especial em seus trabalhos, como podemos ver no livro Vó para toda hora, lançado pela Elo Editora.

ANA RAPHA NUNES

        Nasceu no Rio de Janeiro e mudou-se ainda na infância para Curitiba. Desde criança, sempre viveu cercada pelas histórias. Sua paixão pelos livros a fez cursar Letras. Tornou-se professora e, em suas aulas, sempre despertava sonhos nas asas da Literatura. Em 2015, lançou sua primeira obra. Pouco depois, passou a visitar escolas espalhadas pelas veredas do Brasil, realizando palestras para professores e estudantes. Um de seus livros foi finalista na categoria infantil do Prêmio Jabuti em 2019. A autora leva em sua bagagem o amor pelas palavras.

CRIS EICH

              Cristina Carvalho, conhecida como Cris Eich, nasceu em Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo. É aquarelista e ilustradora atuante no mercado editorial há 30 anos. Suas aquarelas ilustram mais de 80 livros de literatura infantojuvenil de escritores como Monteiro Lobato, Ana Maria Machado, Cecília Meireles, Ruth Rocha, Tatiana Belinky, Fernando Nuno, Sergio Caparelli, Leo Cunha e Roseana Murray, e outros títulos de sua autoria.

ERIKA ASTRONAUTA

          Erika já trabalhou com fotografia, artes plásticas, direção de arte, motion design e designer de games. Mas sua grande paixão sempre foi o desenho e, depois de viajar por todos esses planetas, aterrissou no mundo da ilustração infantil. Formada em design gráfico no Centro Universitário Senac, em São Paulo, e em história da arte, no Institut d’Études Supérieures des Arts, em Paris, a ilustradora está cada vez mais mergulhada na literatura infantojuvenil. Já ilustrou vários livros e segue pesquisando novas técnicas que misturam maneiras convencionais, como giz pastel e pintura digital.

FABIANA PRANDO

          Mestra em letras pela USP e contadora de histórias profissional, Fabiana Prando adora livros e está sempre envolvida com eles. Trabalha com contação de histórias, brincadeiras populares, incentivo à leitura e formação de futuros contadores. Além de escrever para crianças, apresenta os programas Era uma Vez…, em parceria com Celina Bodenmüller, e Mytomaníacas, com Eliana Atihé, ambos pela Rádio Mega Brasil Online. Tem um canal no YouTube e um podcast no Spotify chamado Fabulana. Lançou seu primeiro livro em 2009, Laboratório do escritor, feito com outros autores e contemplado pelo Proac da Secretaria Cultural do Estado de São Paulo. Desde então, dedica-se a criar e a escrever novas histórias e já teve uma obra selecionada para o Leituraço da Prefeitura de São Paulo, em 2015, e para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2020.

FELIPE TOGNOLI

          Artista brasileiro, Felipe Tognoli é ilustrador, palhaço e arte-educador. Formado em artes visuais, participa de projetos envolvendo o universo lúdico infantil, organiza e ministra oficinas em espaços culturais e é mediador em exposições e museus. Em suas ilustrações, trabalha sobretudo com aquarela, nanquim, caneta e lápis. Criando cenas e desenhos que enriquecem o texto, acredita que os livros e a arte possam mudar diversas realidades, bem como trazer um olhar mais sensível para o mundo.

FRALVEZ

          Nascido em São Paulo, é ilustrador e quadrinista. Dono de um traço jovem e bem-humorado, Fralvez formou-se pela Quanta Academia de Artes e é membro do selo independente Mangue. Autor da HQ Abismo, participou das antologias Futebol, Pé-de-Cabra 2 e Revista Refluxo, indicada às categorias Publicação Mix e Publicação Independente de Grupo no 31º Troféu HQ-MIX 2019.

FRAN MATSUMOTO

          Nasceu no Vale do Paraíba, interior de São Paulo. Fran sempre desenhou, mas só depois de se formar em biologia na USP é que começou a sua produção artística, dedicando-se ao seu amor por ilustrar e contar histórias. Hoje, foca seu trabalho na ilustração de livros infantis e histórias em quadrinhos, aproveitando qualquer oportunidade para experimentar novas técnicas e misturas de mídia. 

SID MEIRELES

        Nasceu em São Paulo. Seu interesse pela arte veio precocemente e foi sedimentado em muitos anos de estudo e prática incessantes. Realizou trabalhos para diversas editoras. Hoje mora em Mogi das Cruzes, São Paulo, e divide seu tempo entre o Giz de Cera, seu estúdio de ilustração, e seus alunos de ilustração e aquarela.

RONALDO LOPES

          É designer gráfico e músico. Trabalhou em diversos estúdios de renome na área de design e ilustração. Em parceria com Alexandre Alves, desenvolveu o projeto gráfico e as ilustrações dos cinco livros infantis da série Bichos e Cia., que receberam diversas indicações do PNBL, PNBE e PNAIC.

GRAÇA LIMA

          Trabalha com ilustração de livros infantis desde 1990, tendo mais de cem obras com o seu traço. Graça Lima é carioca, formada em comunicação visual pela Escola de Belas-Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Design pela PUC-RJ e doutora em artes visuais pela EBA-UFRJ, recebeu vários prêmios pelo seu trabalho, entre eles quatro Jabutis da Câmara Brasileira do Livro e diversos prêmios da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). Teve livros indicados entre os trinta melhores do ano em 2012 e 2013, pela revista Crescer. Recebeu a menção White Ravens, da Biblioteca de Munique, na Alemanha, por sete de seus trabalhos. Recentemente, o livro Boca da noite, ilustrado por ela, ganhou a Estrela de Prata do Prêmio Peter Pan, na Suécia. Participou de exposições e catálogos no Brasil e no exterior. Atualmente, é professora da Escola de Belas-Artes da UFRJ.

GUILHERME ASTHMA

          O artista paulistano Guilherme Asthma formou-se em design de animação pela Universidade Anhembi Morumbi. Ilustrador e grafiteiro, tem desenhos em projetos publicitários de grandes marcas e leva a sua arte para os muros da cidade. Artista versátil, também desenvolveu trabalhos em séries de TV, animações e games para mobiles, atuando ainda como diretor de arte. Mas tem um carinho especial pelos livros infantis e já ilustrou muitas deles.

GUSTAVO ROSA

          Desenhista, pintor, gravador e artista plástico, Gustavo Rosa nasceu em 20 de dezembro de 1946 e faleceu em 12 de novembro de 2013, em São Paulo, sua cidade natal. Seu trabalho ficou conhecido pelas figuras coloridas, alegres e bem-humoradas compostas por traços originais que resultaram em uma linguagem própria.
          Desde os primeiros anos de idade, Gustavo Rosa desenhava compulsivamente e cresceu seguindo esse talento. Em 1964, ingressou na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) e passou a frequentar o curso livre de desenho e pintura. Começou sua carreira trabalhando como publicitário até que, em 1967, abandonou essa profissão para se dedicar exclusivamente à pintura. Em 1968, participou do Primeiro Festival de Artes Interclubes, em São Paulo, recebendo a Medalha de Ouro e uma viagem para a Europa.
          O universo lúdico e refinado da obra de Gustavo Rosa é conhecido em âmbito nacional e internacional e está presente não só nas pinturas mas também em livros, como em O mundo é redondo e a vida é cor de rosa, lançado pela Elo Editora.

GUSTAVO SANTOS BORREGO

          Formado em editoração eletrônica, tem bacharelado em design gráfico pelo Centro Universitário Senac e atua há mais de dez anos no mercado publicitário.
     Memória de elefante é sua primeira incursão no universo literário infantil. Seus desenhos e ilustrações buscam inspiração nos gibis, que consome com voracidade desde os tempos de criança.

HEITOR NETO

          Nascido em 1979, em Salvador (BA), Heitor Neto, quando criança,  passava o dia desenhando. Além de desenhar, o menino adorava ler livros e histórias em quadrinhos. Quando cresceu, continuou lendo e desenhando e uniu essas duas atividades em sua profissão. Primeiro, estudou artes plásticas na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Depois, trabalhou como diretor de arte em agências de publicidade. Em 2017, especializou-se em ilustração editorial infantil e em histórias em quadrinhos. Nesse mesmo ano, ilustrou seu primeiro livro e nunca mais parou de se dedicar a esse trabalho de que tanto gosta.

HELENA ENNE

          O trabalho dessa ilustradora é composto por formas e linhas sinuosas, cores e texturas que podem prender o leitor ao primeiro olhar. Nascida em Brasília, durante a a adolescência Helena mudou-se para Bebedouro, no interior de São Paulo, cidade em que se formou em design gráfico. No início de 2018, lançou seu primeiro curta em quadrinhos na plataforma digital Tapastic. Atualmente, vive na capital e foca seu trabalho no aperfeiçoamento de técnicas de desenho, ilustração e pintura, utilizando materiais como nanquim, grafite, guache e o Photoshop para as finalizações.

MARIA CRISTINA R. DE MELLO

          É paulistana, advogada formada pela PUC-SP. Sua formação em piano clássico dá o tom musical a seus livros infantis. É coautora do livro O ovo ou a galinha?, 3º lugar do Prêmio Jabuti 2012, na categoria ilustração, e selecionado pelo Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD).

JÚLIA ALBERTIN

          Estudou produção multimídia na Faculdade Senac, em Porto Alegre (RS), lugar onde nasceu. Em 2016, Júlia participou como ilustradora da produção do aplicativo de jogo infantil Recolorindo o reino. Em 2017, fez parte da produção de séries de animação como Grandes pequeninos, Hidro e Fluido e Popeye’s Island Adventures, atuando como ilustradora, animadora e storyboarder. Sempre ligada ao mundo da animação e das artes, atualmente dedica-se também a ilustrar livros infantis, uma de suas paixões.

KAIO MOREIRA

          Nasceu em São Paulo, capital, e se formou na Faculdade Méliès em produção audiovisual com foco em animação. Desde então, trabalha com direção de arte e atua como ilustrador, colaborando com séries para a televisão como Irmão do Jorel, exibida no Cartoon Network e disponível na Netflix. Em 2019 publicou, de forma independente, Antropofobia, seu primeiro livro de ilustrações e narrativas.

MAÍRA CALEGARIO

          Ainda criança, Maíra Calegario descobriu que adorava desenhar e cresceu entre lápis e pincéis, desenhando tudo o que queria. Já adulta, no curso de design gráfico da Universidade Federal do Espírito Santo, transformou a sua paixão em profissão.Depois de formada, começou a se dedicar a ilustrar para o público infantil e resolveu ampliar suas habilidades fazendo cursos de storyboard, ilustração editorial e criação de personagens. Sempre buscando se aprimorar, Maíra segue ilustrando, sendo que para a Elo Editora trouxe graça e cor para o livro O polvo.

MARCEL TENÓRIO DA COSTA

          Nascido em 1977, em Osasco, município da Grande São Paulo, Marcel é bacharel e pós-graduado em direito pela PUC-SP. Amante dos livros, sua estreia na literatura infantil deu-se como coautor do livro Alafiá, a pantera que tinha olhos de rubi, selecionado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para integrar o catálogo da Feira de Bolonha, em 2016. Admirador de lendas africanas, Marcel gosta de trabalhar em parceria com outros autores e escrever para crianças.

MARCELO CARDINAL

          Nascido em 1997, na cidade de São Paulo, Marcelo Cardinal formou-se em design gráfico pela Faculdade Paulista de Artes. A escolha pela profissão veio da infância, já que desde pequeno é apaixonado por literatura e artes visuais. Dedicou seus estudos na área criativa para se tornar um bom ilustrador e ajudar os autores a contar boas histórias. Atuou na área criativa e trabalhou em algumas agências de publicidade até que percebeu que sua verdadeira paixão é a ilustração. A partir daí, focou sua carreira nessa área e, atualmente, conta com mais de cinquenta livros ilustrados.

MARCELO HARDT

          Artista visual, ilustrador e designer gráfico, Marcelo Hardt nasceu em 1970 em São José dos Campos, cidade do interior de São Paulo. Veio para capital em 1989 e formou-se em licenciatura em artes plásticas pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap). Atualmente, divide o seu tempo entre ilustrar e dar aulas. É professor na Academia Brasileira de Artes (Abra) e ministra aulas de história da arte, estética, história do design e design gráfico, além de aulas práticas de ilustração, pintura, HQ e ilustração digital.

MILTON CÉLIO DE OLIVEIRA FILHO

          Escritor, professor de língua portuguesa e advogado formado pela PUC-SP, Milton Célio nasceu em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. Criativo e muito ligado ao público jovem e infantil, desenvolveu diversos jogos de tabuleiro e brinquedos para grandes empresas. Estreou na literatura infantil em 2003 e desde então não parou mais de escrever. O humor refinado e a concisão poética são marcas de sua obra, composta por livros que receberam o selo Altamente Recomendável e foram selecionadas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), além de serem escolhidos para integrar o catálogo da Feira de Bolonha. Entre os títulos já lançados, foi coautor do livro O ovo ou a galinha?, que recebeu o terceiro lugar de Ilustração do Prêmio Jabuti de 2013.

MONGE

          Monge formou-se em artes visuais e passou a se dedicar à literatura infantojuvenil. Nascido na cidade de Montes Claros (MG), mudou-se para Belo Horizonte ainda criança. Durante a infância teve o incentivo de sua mãe, uma grande artesã, para sempre explorar o seu imaginário e sua criatividade. Hoje, usa a sua imaginação para criar mundos fantásticos nos livros que ilustra.

OLAVO COSTA

          Quadrinista e ilustrador, Olavo Costa trabalhou em parceira com escritores e artistas como Lourenço Mutarelli, Flavio Moraes, Fernando Saiki, Alcimar Frazão, Dalton Cara e Gabriel Mourão Soares na publicação de álbuns de quadrinhos. Entre os livros que ilustrou está Alafiá e a pantera que tinha olhos de rubi, de Theo de Oliveira e Marcel Tenório, obra selecionada para representar o Brasil na Feira de Bolonha e integrar o acervo da Biblioteca de Munique. Atualmente, Olavo é professor e coordenador pedagógico da Quanta Academia de Artes.

PAOLA GIOMETTI

          Bióloga e PhD em ciências, Paola Giometti nasceu em 1983. Começou a escrever ainda na infância e, aos onze anos, foi considerada a escritora mais jovem do Brasil com a publicação do livro Noite ao amanhecer (1994). Foi finalista do prêmio Reconhecimento Internacional de Literatura Brasileira, da Academia Internacional de Literatura Brasileira. É de sua autoria a série Fábulas da Terra, composta pelos livros O destino do lobo, O código das águias e O chamado dos bisões. Publicou também Symbiosa e a ameaça no Ártico. Atualmente, vive em Tromsø, na Noruega, lugar em que se inspira para criar mais histórias de fantasia.

PAULA KRANZ

          Depois do nascimento de sua primeira filha, Paula Kranz se aproximou da literatura infantil e passou a dedicar-se à carreira de ilustradora. Nascida em Londrina, cidade no norte do Paraná, formou-se em marketing e propaganda e especializou-se em fotografia pela Universidade Estadual de Londrina. Hoje, Paula tem mais de trinta livros publicados com suas ilustrações e busca novas técnicas para inovar ainda mais em seu trabalho. No livro Barco a vela, publicado pela Elo Editora, utilizou pintura e colagem digital, misturando texturas e cores para criar personagens e cenários.

RAPHAEL ODA

          Apaixonado por ilustração e formado em design pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, o paulistano Raphael Oda tem um trabalho versátil. Além de ilustrar, faz lindas esculturas bidimensionais em papel para livros infantis. Usou essa técnica nas obras Qual é, José? e Um livro em branco, de Milton Célio de Oliveira Filho, publicadas pela Elo Editora. Ilustrou um dos contos do projeto Histórias de Todas as Cores, desenvolvido pelo Programa de Ação Cultural (Proac). Expôs seu trabalho no Museu Virtual Iconic e criou imagens múltiplas de personagens famosos explorando texturas e dimensionalidade.

REGINA DRUMMOND

          Escritora, contadora de histórias e tradutora, Regina Drummond já escreveu mais de 130 livros, alguns deles premiados e traduzidos para outros idiomas. Nasceu em Minas Gerais, porém atualmente mora em Munique, na Alemanha. Mas está sempre vindo ao Brasil e participa ativamente de projetos de incentivo à leitura e à escrita como O Escritor na Cidade, Gosto de Ler, O Escritor na Biblioteca, Paixão e Ler e ProLer. Em suas viagens, ministra cursos, palestras e participa de feiras literárias.
          Regina começou a escrever muito cedo e aos doze anos teve seu poema publicado ao ser selecionado para o painel da Biblioteca Pública de Minas Gerais (BH). Lançou a sua primeira obra em 1980 e não parou mais de escrever.

RENAM PENANTE

          Designer gráfico por formação, ilustrador por paixão, Renam Penante desenha desde a infância e quer seguir ilustrando cada vez mais. Nasceu no Pará, porém atualmente mora e trabalha em São Paulo. Além de fazer Ilustrações para livros infantis, trabalha com publicidade e animação. Em seus projetos, usa técnicas de ilustração digital criando em seu tablet e explorando os recursos do Photoshop, sempre em busca de novidades.

ROSANA FERREIRA

          Ilustradora, quadrinista e arte-educadora, Rosana Ferreira cresceu em Tatuí, cidade do interior de São Paulo. Formada em artes visuais pela Unesp, estudou desenho, pintura, gravura e técnicas de cerâmica. Aprendeu a fazer quadrinhos com Laura Teixeira e Lourenço Mutarelli e trabalhou como assistente de ateliê para os artistas Raquel Fayad, Ana Sario e Rafael Coutinho. Atualmente, ministra aulas de arte no Sesi-SP e ilustra livros infantis, entre eles alguns dos títulos do Projeto Cantando & Contando, publicado pela Elo Editora.

STEFANIE AICHELBURG

          Conhecida como Nie, Stefanie nasceu em 1996, em São Paulo. Formou-se na Faculdade Méliès, no curso de tecnologia em produção audiovisual – filmes de animações digitais 3D e 2D. Com uma produção versátil, ela se dedica a ilustrações e animações tanto tradicionais quanto digitais. A ilustradora trabalha também com stop motion, modelagem, e expõe suas produções no Artists’ Alley, um espaço reservado para artistas em eventos de cultura pop.

TACIANA OTTOWITZ

          Brasileira, nascida na Inglaterra, Taciana Ottowitz mora na Alemanha desde 1993. Formou-se em economia e economia agrícola, mas sempre gostou de desenhar e pintar, razão pela qual resolveu se dedicar às artes plásticas. É membro da Associação Nacional de Artistas Plásticos da Alemanha e cursa doutorado em história da arte em Munique. Seu trabalho com a arte a levou a ilustrar livros para crianças e adultos. Em seus trabalhos, Taciana usa técnica mista de colagem com pedaços de papéis e tecido, desenho e pintura, o que atribui movimento a suas criações.

TAINAN ROCHA

          Nascido em São Paulo, em 1989, já na infância frequentava bancas de jornal e sebos em busca de revistas em quadrinhos. Assim, encantou-se por essa arte e estudou desenho. Professor de ilustração na Quanta Academia de Artes, colaborou com o projeto multimídia Society of Virtue, de Thobias Daneluz e Ian SBF, do Porta dos Fundos. Trabalhou nos álbuns Savana de pedra (roteiro de Felipe Castilho, finalista do Prêmio Jabuti) e Que Deus te Abandone (roteiro de André Diniz), também lançado em Portugal. Foi indicado como desenhista revelação ao Troféu HQ-MIX. Em 2018, expôs seu trabalho no Festival Internacional de Banda Desenhada ao lado de grandes nomes do quadrinho mundial. Com o nascimento de seu filho Bento, começou a ilustrar livros infantis.

THEO DE OLIVEIRA

          Nascido em São Paulo, Theo de Oliveira formou-se em tradução pela PUC-SP. Aos poucos aproximou-se da literatura e fez o que mais queria: escrever para crianças. Estreou na literatura infantil com o livro Gino girino. É coautor de Alafiá e a pantera que tinha olhos de rubi, obra selecionada pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para integrar o catálogo da Feira de Bolonha de 2016. Hoje, Theo é poeta, escritor, tradutor e segue fazendo novos livros.

TIAGO CERCA

        Nasceu em Salvador (BA) e estudou design na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Desenvolve trabalhos com animação de filmes e publicidade. Mas o que gosta mesmo de fazer é ilustrar livros infantis, como podemos ver em O saci, lançado pela Elo Editora.

VANESSA MERIQUI

          Contar histórias talvez seja uma das mais antigas manifestações artísticas. Quando adultos e crianças se reúnem para ouvir histórias, embarcam juntos em uma viagem que pode ser transformadora. Vanessa Meriqui acredita nessa arte e faz dela sua profissão e seu projeto de vida.
          Jornalista e contadora de histórias, de tanto contar e criar narrativas, Vanessa percebeu que estava na hora de escrevê-las e, assim, tornou-se escritora. Pós-graduada no curso A Arte de Contar Histórias, já lançou muitos livros e, atualmente, ministra cursos e dá palestras para professores e interessados em literatura. Cada vez mais dedicada à escrita, a autora segue inventando novos casos nos livros e em suas contações e costuma dizer que “as histórias ficam escondidas atrás de uma janela à espera de alguém que a abra. Uma vez aberta a janela, é possível mudar a sua própria história”.

WALDOMIRO NETO

          Designer gráfico, ilustrador e cartunista, Waldomiro Neto nasceu em São Jerônimo da Serra (PR). Formou-se em desenho industrial com habilitação em programação visual e é especialista em webdesign. Membro da Sociedade dos Ilustradores do Brasil (SIB) e da Associação Brasileira dos Ilustradores Profissionais (Abipro), atua como professor universitário e de cursos técnicos. Atualmente, trabalha com design no desenvolvimento de identidades visuais e materiais gráficos. Também atua como ilustrador em livros, brinquedos, estampas, além de tirinhas e cartuns.

ADELINO F. DOS SANTOS NETO

          Desde muito cedo, Adelino se interessou por desenhos e imagens. Nascido em São Paulo, o primeiro contato que teve com as artes gráficas aconteceu na tipografia de seu pai, Celso, na zona norte da cidade. Começou seus estudos de desenhos de arquitetura no Liceu de Artes e Ofícios, graduando-se arquiteto na Faculdade de Arquitetura na Universidade Mackenzie e mestre pela Faculdade de Arquitetura da USP, com uma dissertação sobre a renovação urbana no bairro de Santa Efigênia. Amante da fotografia e das artes plásticas, trabalhou com xilogravura e água-forte nas ilustrações do livro A história de Virgulino.

ANA LAURA ALVARENGA

          Nascida na cidade de Franca (SP), em 1992, Ana Laura Alvarenga é ilustradora e designer, formada em design gráfico pela Unifran. Especializou-se em cursos de desenho, pintura e ilustração na Quanta Academia de Artes e na ICS Escola de Arte e 3D, em São Paulo. É apaixonada pelas cores e desenha desde criança, utilizando aquarela, lápis de cor e guache em suas ilustrações.

ANA RAPHA

ANDRÉ NEVES

          Nascido no Recife (PE), André Neves lembra de ouvir durante a infância sua mãe e sua avó contarem muitas histórias que povoaram sua imaginação ao longo dos anos. A pintura, o desenho e as artes também eram bem presentes na casa de sua família, e o menino cresceu entre livros, lápis e tintas.
          Mais tarde, formado em relações públicas e em artes plásticas, começou a ilustrar livros infantis e se envolveu cada vez mais com literatura. Além de ilustrador, passou a ser também escritor e se dedicou a trabalhos autorais. Conhecido tanto no Brasil quanto internacionalmente, tem vários livros publicados e recebeu prêmios importantes como quatro Jabutis e o Prêmio Açorianos de melhor ilustração.
          Sua obra se destaca pelo apuro estético e desenhos que revelam um estilo próprio e marcante que nos remete, às vezes, a cenas surreais, cheias de sensibilidade e poesia.

ALÍPIO

          Ilustrador sul-mato-grossense, Alípio, que mora em São Paulo, formou-se em design gráfico em 2017 e desde então dedica-se à ilustração. O trabalho que desenvolve traz o estilo doodle, um tipo de desenho realizado com aparente despretensão, e composições mais complexas, características que se encaixam em tudo o que ele desenvolve, como cadernos, pôsteres e murais. Suas peças artísticas podem ser encontradas em feiras independentes, como a Poc Con, Pixel Show e Miolos.

CELINA BODENMÜLLER

          Nasceu em 1965, na cidade de Brusque (SC), e se mudou para São Paulo ainda menina, em 1973. Celina adora ler e escrever desde muito pequena e pensou em ser professora. Mas o seu amor pelos livros a fez escritora, radialista e livreira, dona da livraria PanaPaná, especializada em livros para crianças e brinquedos criativos. Junto com Fabiana Prando, apresenta o programa Era uma Vez… na Rádio Mega Brasil Online. Também é brinquedista certificada pela Associação Brasileira de Brinquedotecas. Tem publicados mais de uma dezena de livros infantis de ficção e não ficção, sendo que um deles foi representar o Brasil na Feira Internacional de Bolonha. Sua paixão pela escrita e pela leitura só aumenta e, mesmo sendo gente grande, ainda gosta muito de brincar.

CLAUDIO FRAGATA

          Nasceu em Marília, interior de São Paulo, em 1952. Ainda criança, mudou-se com a família para a capital. Vive em São Paulo há tantos anos que se considera paulistano. Formado em jornalismo pela Faap, trabalhou como editor da revista Recreio, na Editora Abril, e dos Manuais da Turma da Mônica, na Editora Globo. Com o tempo, passou a dedicar-se apenas à literatura e tem mais de trinta livros publicados. Em 2014, ganhou o Prêmio Jabuti com a obra Alfabeto escalafobético. Recebeu o selo Cátedra de Leitura da Unesco/PUC-RJ com o livro João, Joãozinho, Joãozito, que conta a infância do escritor João Guimarães Rosa. Em 2019, seu livro O tupi que você fala foi selecionado para a campanha Leia para Uma Criança, patrocinada pelo Banco Itaú. Tradutor e adaptador de obras importantes, como Viagem ao Centro da Terra, de Júlio Verne, e Zero, pra que te quero?, de Gianni Rodari, Claudio divide seu tempo entre escrever e brincar com seus gatos Sushi, Filé e Mignon.

DANILO TAQUETO

          Designer gráfico e ilustrador, Danilo Taqueto nasceu e cresceu em São Paulo. Em suas produções, criou personagens institucionais e lançou publicações independentes. O amor pelo desenho e pela pintura o levou a aprimorar suas técnicas de ilustração e a trabalhar com livros infantis. Das técnicas tradicionais, passou a usar também a pintura digital e, hoje, mistura esses dois recursos, desenvolvendo um estilo próprio.

ELIANA MARTINS

         Nasceu na cidade de São Paulo (SP), onde mora. Antes de ser escritora, se formou professora de crianças com necessidades especiais. Depois, completou seus estudos na faculdade de Psicologia. Mas a literatura já havia me conquistado. Hoje, tem oitenta e quatro livros publicados por várias editoras, e outros ainda no prelo. Além dos livros, também foi roteirista de programas infantis e escreveu peças de teatro para crianças. Foi finalista de alguns prêmios importantes como o Jabuti e o Barco a Vapor, e vencedora de outros como o Selo Altamente Recomendável, da FNLIJ, e o APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte.

CRIS MENDES

          Professora universitária e estilista, Cris Mendes é apaixonada por criação e admiradora das artes visuais. Nasceu em São Paulo, fez pós-graduação em gestão do design e conseguiu unir duas áreas que gosta: a moda e os livros. Com mais de uma década de experiência no mercado de moda, sua atividade é voltada, principalmente, para o campo da estamparia e para a produção editorial, com foco em livros.

FLÁVIA SAVARY

        A Flávia Savary que nasceu primeiro foi a ilustradora e artista plástica, cujas obras são expostas no Brasil e no exterior desde 1981. A autora veio depois, assim como a dramaturga e a compositora.
        Graduou-se em Português-Inglês pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 1980. Dedica-se à literatura infantojuvenil desde os anos 1970. Tem poemas, crônicas, contos, peças teatrais e esquetes publicados em cerca de cinquenta antologias, sem contar os livros autorais, que somam quase quarenta. Ganhou oitenta prêmios literários, no Brasil e no exterior, sendo os mais relevantes Jabuti, Escriba, Cidade de Manaus, Cepetin, Sesc, Funarte, vários da FNLIJ e oito da União Brasileira dos Escritores.
        Entre as participações em antologias, destacam-se os textos incluídos em programas do governo, como o PNBE (Programa Nacional Biblioteca da Escola) e o PNLD (Programa Nacional de Livro e do Material Didático), e a coletânea Contos de escritoras brasileiras, obra organizada por Lúcia Helena Vianna e Márcia Lígia Guidin para a Editora Martins Fontes, na companhia de Adélia Prado, Clarice Lispector, Marina Colassanti, Olga Savary e outras 27 autoras de renome.
       Em 2013 foi homenageada na II Fli Serrana (Festa Literária da Região Serrana) pelos quarenta anos de dedicação à literatura infantojuvenil. Desde 2015 escreve crônicas mensais para a revista Cidade Nova.

ALEXANDRE ALVES

          Artista plástico e ilustrador, formado em educação artística pela Faap, Alexandre realizou diversos trabalhos nacionais e internacionais em eventos culturais de arte e arquitetura. Foi curador convidado da mostra Metropolis: Contenitori di Quali Contenuti?, junto ao Rome Film Fest 2007. Trabalhou na Fundação Bienal, Pinacoteca e Museu Afro Brasil e é colaborador do estúdio de arquitetura Stalk Agency, sediado em Roma. Como artista, ganhou o primeiro prêmio do Salão Bunkyo de São Paulo, que lhe rendeu uma viagem ao Japão.

  • Sign up
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.
Rolar para cima